Vulcão dos Capelinhos

Desde março de 2019 que o Vulcão dos Capelinhos, na Ilha do Faial está classificado como monumento natural. Esta classificação deve-se aos valores cénicos, culturais e históricos desta região, e que deve ser preservada. Foi uma proposta do governo regional e foi aprovada por unanimidade pelo parlamento dos Açores.

A erupção que criou o Vulcão dos Capelinhos começou em setembro de 1957, com origem no mar, a cerca de um quilómetro
da costa noroeste da ilha açoriana. A última emissão de lavas ocorreu em outubro do ano seguinte, 1958. A primeira fase caracterizou-se por grandes explosões, com emissão de jatos de cinzas e colunas de vapor de água e gases vulcânicos.

Leia a reportagem completa na compra da 16ª edição da revista Portugal de Sabores.