Já imaginou poder saborear o seu prato preferido no interior de um rissol? Pode parecer impossível, mas desde que a Rissolândia nasceu, em maio de 2013, já pode sentir o sabor do bacalhau com natas, do chocolate ou até de um salteado de legumes no interior de um rissol. Atualmente a marca disponibiliza rissóis tradicionais, vegetarianos e doces, mantendo a produção artesanal.

O conceito da Rissolândia começou a ser desenhado em maio de 2013 na sequência de um momento adverso. Tiago Santos, contabilista de profissão, e a esposa Nicola Ribeiro, fisioterapeuta, sempre tiveram um gosto especial por culinária e restauração, apesar de a sua formação ser de áreas bem distintas. “Nessa altura sofremos um acidente rodoviário que nos imobilizou por algum tempo. A nossa imaginação, porém, não parou e decidimos fazer um brainstorming com o intuito de encontrar uma ideia de negócio que nos apaixonasse, mas que não envolvesse um grande investimento inicial”, explica Tiago.

Com base no conceito de “o seu prato preferido num rissol”, Tiago e Nicola pegaram no tradicional rissol e deramlhe um novo significado, para que este deixasse de ser um simples aperitivo. A ideia passava por “recorrer a pratos bem conhecidos da cozinha nacional” e conseguir transferir esses sabores para recheio de rissóis, conta o empreendedor. Após dois anos de experiências, provas e melhoramentos, surgiram dois tipos de massa: uma para rissóis doces e tradicionais e outra para vegetarianos, lançadas em 2015. Um ano mais tarde a marca lançou o terceiro tipo de massa, para ser confecionada no forno, direcionada para clientes que não consomem produtos fritos.

Até ao momento a Rissolândia produz e comercializa rissóis em três segmentos: no segmento tradicional incluem os rissóis de carne, camarão, alheira de Mirandela, bacalhau com natas, pizza Marguerita, rojões e feijoada; no segmento vegetariano estão os rissóis isentos de qualquer ingrediente animal, como salteado de legumes, cogumelos brancos, bolonhesa de soja e tofu grelhado com molho de soja; por último temos o segmento dos doces, com o rissol de chocolate preto, strudel de maçã e doce de ovos com amêndoa.

A celebrar cinco anos de vida a marca tem como objetivo “crescer de forma sustentável” e aumentar a sua capacidade produtiva para, no futuro, poder alagar a sua oferta à Europa, mantendo a qualidade e a artesanalidade.