OS PROJETOS TRANSFRONTEIRIÇOS

A InovCluster desenvolve projetos transfronteiriços de modo a atingir o propósito da entidade. Cada projeto é orientado para uma determinada questão, sendo que os objetivos gerais passam por apoiar as pequenas e médias empresas na inovação, diferenciação e internacionalização.

REiNOVAReinova

O REiNOVA – Reindustrialização de setores produtivos tradicionais – é um projeto de cooperação transfronteiriça entre Portugal e Espanha. Visa a promoção da inovação das empresas,especialmentenos setores alinhados com a estratégia da RIS3 (ex.: agricultura, materiais), através da introdução de metodologias e processos de inovação nas várias etapas produtivas desde a ideia até ao desenvolvimento de produtos, prototipagem, validação de mercado e comercialização.

SYMBIOSIS

symbiosis

O projeto SYMBIOSIS pretende defini estratégias e ações de gestão para os re síduos das explorações agropecuárias, considerando prioritário o desenvolvi mento tecnológico, a inovação e a sus tentabilidade da gestão de recursos. Algumas das atividades do projeto são a análise da situação atual (capitaliza ção e recolha de informação através de um estudo-diagnóstico sobre gestão, inovação e tecnologia nas explorações agropecuárias), a criação e gestão de um Centro Tecnológico Transfrontei riço de Investigação e Transferência (CTIT), investigação e desenvolvimento de patentes, entre outros.

CRECEER

creceer

O projeto CRECEER tem como objeti vos fazer um levantamento do potencial turístico e dos produtos agroalimenta res gourmet dos territórios, o levanta mento dos principais atores dos territó rios e criar mecanismos para a criação de redes de cooperação entre as entida des para promoção dos territórios e dos produtos que lhes estão associados.

IOTECl

O projeto IOTEC tem como objetivo gerar uma rede de atores científicos e tecnológicos no âmbito da internet das coisas (IoT) entre as regiões de Castela e Leão e a região Centro de Portugal. A rede permite gerar conhecimento e pessoal especializado em I+D+i (Inves tigação, Desenvolvimento e inovação) em tecnologias IoT e fomentar os pro cessos de transferência tecnológica para as empresas da agroindústria. Também promove a I+D+i em tecnologias IoT no tecido agroindustrial regional, foca do em dois segmentos: PME’s que tra balham no âmbito TIC (Tecnologias da Informação e Comunicação) e PME’s agroindustriais inovadoras. A rede per mite criar um plano inter-regional de atuação I+D+i para gerar um ecossis tema de trabalho em projetos futuros IoT de valor acrescentado assim como manter atuações de promoção e difusão de tecnologias IoT.

COOP4PAM

O objetivo do projeto COOP4PAM é desenvolver a fileira das Plantas Aromáticas e Medicinais (PAM) na EUROACE
(Eurorregião Alentejo-Centro-Extremadura), potenciando o aumento da competitividade e inovação das empresas na abordagem aos mercados nacionais e internacionais, num setor jovem com potencial de crescimento e diversificação, no qual o território transfronteiriço se apresenta com vantagens comparativas.

AHFES

O projeto AHFES (Ecossistema de alimentos saudáveis no Espaço Atlântico) pretende melhorar a competitividade e crescimento das PME’s da cadeia de valor de alimentos saudáveis, através do reforço de um ecossistema de inovação que facilite acesso ao conhecimento, parceiros e mercados, alinhando produtos e serviços com as preferências dos consumidores. AHFES vai apoiar o crescimento sustentável do setor de alimentos e vida saudável, especialmente das PME’s, atores cruciais do mercado comum europeu.

Leia a reportagem completa na compra da 17ª edição da revista Portugal de Sabores.