O Museu Regional do Vinho, em Redondo, surge como ponto de partida para a descoberta do Alentejo e da sua tradição vitivinícola, com um espólio que integra instrumentos agrícolas, objetos, imagens e material cerâmico. Com entrada gratuita, é um museu que promove um dos produtos mais característicos desta região.

No centro da vila de Redondo localiza-se o Museu Regional do Vinho, que tem como principal função dar a conhecer os antigos processos de produção do vinho, os objetos utilizados, a importância deste produto para a região e as várias atividades relacionadas com a vinicultura.

O Museu Regional do Vinho de Redondo funciona em simultâneo como posto de turismo e é uma importante infraestrutura de divulgação do vinho do concelho de Redondo, mas também de toda a região, tendo sido inaugurado em setembro de 2001. Do espólio permanente fazem parte instrumentos agrícolas, objetos, imagens e textos associados à arte do fabrico do vinho, privilegiando o material cerâmico, característico deste centro produtor de cerâmica em que está incluído. O espólio está disposto de forma a reproduzir as etapas da atividade vinhateira, desde o amanho da terra até ao produto final, já no copo do consumidor. Este museu, que tem entrada gratuita, conta ainda com uma loja onde pode ser comprada uma seleção dos melhores vinhos das melhores castas da região do Alentejo.

Paralelamente à atividade museológica e ao funcionamento como posto de turismo, o Museu Regional do Vinho promove também exposições, workshops temáticos e desenvolve um serviço educativo em parceria com o Agrupamento de Escolas de Redondo e outras instituições escolares