Nas instalações do antigo Regimento de Infantaria 8 localiza-se atualmente o Museu Militar de Elvas, um dos maiores museus do país. Neste local, inaugurado em 2009, os visitantes podem conhecer as fortificações, os quartéis, viaturas do exército, hipomóveis e arreios militares, entre outros elementos de interesse.

Aberto ao público desde 29 de outubro de 2009, o Museu Militar de Elvas é um espaço que pretende promover a valorização, o enriquecimento e a exposição do património histórico militar à sua guarda, numa cidade marcada pelas fortificações, castelos e fortes.

Com uma área de mais de 150 mil metros quadrados, o Museu Militar de Elvas é um dos maiores museus do país. Nas áreas visitáveis deste museu do Alto Alentejo pode conhecer o Convento de S. Domingos e o seu claustro, do século XIII, a Muralha Fernandina, do século XIV, e a Muralha Seiscentista, do século XVII, com as suas obras exteriores, entre elas fossos, revelins e contraguardas, que integram o complexo de muralhas que envolve a cidade.

O Museu integra a estrutura designada como Quartéis do Casarão, cujas obras se iniciaram em 1767 devido à falta de alojamento para as tropas da cidade, e 23 salas de exposição distribuídas pelas antigas casernas, cavalariças e parque de viaturas do antigo Centro de Instrução de Condução Auto, onde é possível ver coleções de arreios militares, serviço de saúde do exército, transmissões militares, hipomóveis e viaturas. O Centro Interpretativo do Património de Elvas também faz parte do Museu, sendo um local de contacto com a história da cidade.

O Museu Militar de Elvas tem algum armamento pesado exposto ao ar livre, com peças consideradas raras, como é o caso do obus de fabrico japonês.