Gumelo

Cogumelos gourmet prontos a crescer é a proposta da Gumelo, uma startup portuguesa fundada por três amigos. O projeto, que já está presente em vários países europeus, prima pela preocupação com a sustentabilidade ambiental, pela inovação e pela responsabilidade social.

A Gumelo nasceu a partir de três amigos de infância: João Cavaleiro, biólogo, Tiago Marques, designer e Rui Apolinário, farmacêutico. Foram as ideias dos três que deram origem à startup Gumelo, cujo conceito passa por possibilitar a criação de cogumelos gourmet em casa, de forma fácil, que possam ser utilizados na culinária.

Após dois anos de investigação que permitiram, em 2012 foi fundada oficialmente a Gumelo, com o lançamento do Eco Gumelo, a forma ecológica, fácil e divertida de cultivar cogumelos em casa, a partir de borra de café. Atualmente, a produção é ainda mais ecológica, uma vez que se baseia em resíduos agroflorestais. Desde a criação da empresa que a sustentabilidade é uma preocupação central, tentando reduzir o impacto ambiental de todos os produtos.

Na oferta que apresenta a Gumelo inclui o Original, com um aroma frutado, sabor agradável e textura firme, o Djamor, com aroma e sabor neutros e textura suave, e o Citrus, ligeiramente adocicado e ideal para pratos asiáticos. O processo de cultivo é bastante fácil: basta abrir e vaporizar, alguns dias depois surgem os primeiros cogumelos, com apenas um minuto de atenção diária, garante a Gumelo. Depois de colhidos, os cogumelos podem ser cozinhados frescos ou mantidos no frio durante alguns dias. Em 2014 a marca lançou O Meu Primeiro Gumelo, um produto com um design diferenciado que pode ser pintado à medida que os cogumelos crescem. Uma parte do lucro deste produto reverte a favor da Fundação Gil. Além dos cogumelos, recentemente foram apresentadas as cervejas artesanais UMA de cogumelos Porcini Weiss e Porcini Dunkel, desenvolvidas em colaboração com os mestres cervejeiros da Faustino Microcervejeira.

Quatro anos após o início da empresa, a Gumelo soma mais de 100 toneladas de borra de café utilizadas, 30 toneladas de cogumelos produzidos em muitas casas, incluindo em países como Reino Unido, Bélgica e Suécia. Este ano, a Gumelo pretende começar a exportar para países da Escandinávia.