Criada em 2008, a Cooperativa Agrícola de Beja e Brinches apoia aos seus 2400 cooperantes ao nível da recolha, processamento e comercialização de azeitona e cereais, mas também presta suporte e assistência técnica aos mesmos, no sentido de potenciar as explorações agrícolas e a sustentabilidade futura.

Resultante da fusão da Cooperativa Agrícola de Beja e da Cooperativa Agrícola de Brinches, o dia 1 de julho de 2008 representou o nascimento da Cooperativa Agrícola de Beja e Brinches, C.R.L. (CABB), num movimento cooperativo histórico na região.

Considerada uma das cooperativas de maior dimensão a nível nacional, a sua atividade divide-se em quatro secções. Na olivicultura, a cooperativa possui dois lagares, um em Beja e outro em Brinches, com uma capacidade de laboração diária de 600 toneladas, embalando azeite com a marca “Flor do Alentejo”, mas também de outras referências das quais se destacam o azeite monovarietal de azeitona Galega e o azeite “Natura”, proveniente de azeitonas produzidas em modo de produção integrada. Na secção de cerealicultura a instituição dispõe de instalações de armazenamento de cereais em Beja, Serpa e Cuba, com capacidade total de 100.000 m3, destacando-se a existência de dois secadores de milho. A secção comercial destina-se à aquisição de produtos e fatores de produção necessários à atividade dos seus associados. Por fim, ao nível do apoio técnico, a cooperativa dispõe de um departamento especializado em aconselhamento técnico agrícola, apoio às medidas agroambientais ou elaboração de processos de candidatura a subsídios comunitários.

Em 2017, dos seus 2400 cooperantes, a cooperativa recebeu cerca de 50 mil toneladas de cereais e 18 mil toneladas de azeitona.