Certificado com Denominação de Origem Protegida, o Azeite da Beira Baixa é um dos produtos mais reconhecidos da região pela sua qualidade. A Confraria do Azeite foi fundada em 2004 com o objetivo de contribuir para a produção de azeite e de azeitona de mesa de qualidade em Portugal.

O azeite da região da Beira Baixa distingue-se por ser delicado, pela baixa acidez, pela qualidade e por ser produzido a partir das três variedades autóctones da região. Com uma coloração amarela, aroma frutado e sabor levemente picante, o Azeite da Beira Baixa – DOP é um dos ícones gastronómicos da região.

Para garantir a defesa, o prestígio, a valorização, a promoção e a consolidação da qualidade deste produto, da azeitona de mesa e dos derivados e olivicultura produzidos na região, foi criada a Confraria do Azeite – Cova da Beira, a 9 de junho de 2004, por um conjunto de pessoas ligadas ao sector olivícola da Cova da Beira, que elegeram Pedro Álvares Cabral como
seu Patrono Tutelar. Desde então, a atividade da Confraria ultrapassou as barreiras regionais e estende-se também à defesa e valorização do azeite produzido em qualquer outra região demarcada do território nacional.

No âmbito da sua atividade, a Confraria do Azeite desenvolve várias iniciativas, nomeadamente a Academia do Azeite, que se baseia na criação de acordos com escolas, a Bienal do Azeite, um evento nacional realizado em Castelo Branco, a Rota dos Lagares, que premeia os lagares com as melhores práticas, e o Festival da Tibórnia, realizado em cinco restaurantes do Fundão como forma de promover o azeite da região da Cova da Beira