A cerveja artesanal Coice difere-se de todas as outras no mercado nacional pelo seu caráter encorpado, sabor trabalhado e elevado grau alcoólico. A marca serviu a sua primeira cerveja em 2012 e desde então não parou de crescer, de inovar e de conquistar o paladar dos amantes de cerveja.

A Coice foi fundada por dois amigos, estudantes universitários e amantes de cerveja, Vasco Pucarinho e Miguel da Santa. Tudo começou em 2012 quando decidiram fazer um workshop de produção de cerveja artesanal e resolveram investir em equipamento com o objetivo de fazer a produção própria. Ainda que com recursos financeiros escassos, Vasco e Miguel iam conseguindo crescer pela venda aos amigos próximos e a quem ia ouvindo falar da marca. No final de 2015 surgiu uma nova sócia, Arminda Pinheiro, e a produção da cerveja passou de Aveiro para Esposende onde ganhou um espaço próprio, que se mantém até aos dias de hoje.

O nome marcante da cerveja, que foi desenhada para ser partilhada pela sua garrafa de 0,75 litros, deve-se ao seu elevado grau alcoólico. “O longo estágio confere-lhe um sabor intenso e encorpado, revelando o seu potencial quando experienciada entre amigos e petiscos”, explicam os sócios. Com uma produção de, em média, 800 litros por mês a marca encontra-se de momento a adquirir novos equipamentos com o objetivo de explorar outros mercados e diferentes canais de distribuição. A Coice aposta em dois tipos de produção: a Belgian Ale, uma cerveja belga com um toque de mel bastante aromatizada, e a Imperial Stout, a cerveja preta com um sabor intenso que balança entre o café, chocolate negro e whisky.

Sendo um projeto pequeno ainda em crescimento, a cerveja Coice tem vindo a apostar numa expansão no mercado cervejeiro. Recentemente foi distinguida com o segundo prémio no projeto “Esposende Empreendedor”, promovido pela Associação Comercial e Industrial do Concelho de Esposende (ACICE). Além disso, a marca candidatou-se ao Sistema de Incentivos ao Empreendorismo e ao Emprego pelo Programa Operacional Regional do Norte 2020 com o objetivo de modernizar os equipamentos e aumentar a produção.