Acushla

ACUSHLA é a palavra que traduz o conceito de como esta empresa transmontana nasceu. De origem irlandesa, ACUSHLA significa “beat of my heart” e representa os azeites com paixão produzidos nos terrenos da Quinta do Prado, em Vila Flor.

A oliveira sempre fascinou Joaquim Moreira, mentor da ACUSHLA. Fruto desta paixão, este empresário da área têxtil e da moda, que passou parte da sua vida a trabalhar em grandes centros urbanos, decidiu criar um projeto ligado à terra e que respeitasse a natureza. “A escolha do nome ACUSHLA surgiu da busca de uma expressão única que traduzisse todo o conceito e emoção associados ao nascimento deste projeto, que se materializou em 2006”, explica a marca. Foi em Vila Flor que Joaquim Moreira encontrou o local ideal para produzir azeite de qualidade.

Com 14 hectares de olival centenário e aproximadamente 220 hectares de olival novo, a Quinta do Prado tem cerca de 70 mil oliveiras que, quando atingirem a fase de maturação, produzirão aproximadamente 350 mil litros de azeite, afirmando-se como uma das maiores áreas de produção em sistema biológico na região de Trás-os-Montes e Alto Douro. O azeite ACUSHLA é extraído de variedades de oliveiras típicas da região – cobraçosa, madural, verdeal e cordovil -, sendo equilibrado, frutado médio com um amargo e picante ligeiros e apresenta uma cor verde-amarelada. Proveniente de Denominação de Origem Protegida de Trás-os-Montes, trata-se de um produto de elevada qualidade, virgem extra, com um baixo grau de acidez.

Além da qualidade de excelência, a marca distingue-se pela imagem moderna, sofisticada e um design
diferenciador, com embalagens pensadas para serem únicas e impactantes. “Cada embalagem tem a missão de preservar a alma do ACUSHLA para que todas as suas características sensoriais se exaltem no momento da degustação”, informa a empresa.

A preocupação ambiental e a contribuição para um mundo sustentável é um dos pilares da ACUSHLA, que elegeu a agricultura em modo biológico, em que o olival é cultivado mediante técnicas que respeitam os ciclos de vida naturais e reduzem o impacto ambiental.